Você está em > Pellon & Associados Advocacia > Clipping BR > Re/seguradoras estão entre as maiores perdas caso Japão precise cancelar Jogos Olímpicos
22/06/2021 | Fonte: SONHO SEGURO

Re/seguradoras estão entre as maiores perdas caso Japão precise cancelar Jogos Olímpicos

Os organizadores das Olimpíadas decidiram nesta segunda-feira, 21, pelo limite de 10 mil espectadores, ou até 50% da capacidade, por local para os fãs domésticos nos Jogos que começam em pouco mais de um mês. O primeiro-ministro Yoshihide Suga disse a repórteres nesta segunda-feira que, se um novo estado de emergência for declarado durante os jogos, é possível que eles sejam mantidos a portas fechadas.

Entre as perdas em caso de cancelamento dos jogos estão as seguradoras que assumiram o risco não só para as emissoras, mas também para as seleções, patrocinadores e centenas de outras empresas e organizações que dependiam do evento. O custo do cancelamento para as seguradoras é estimado em US$ 2 bilhões a US$ 3 bilhões, atingindo uma indústria já abalada em 2020 perdas. Isso inclui os cerca de US $ 800 milhões contratados pelo COI em seguro de cancelamento de eventos, mais a cobertura adicional adquirida pelos comitês organizadores locais e prováveis ​​reclamações de emissoras, patrocinadores, equipes esportivas profissionais e hospitalidade, de acordo com o analista da Bloomberg Intelligence Charles Graham, informam as agências internacionais.

A Swiss Re disse em março do ano passado, pouco antes do adiamento dos jogos, que as Olimpíadas de Tóquio representavam o maior risco individual na época para a segunda maior resseguradora do mundo, com um potencial de sucesso de US$ 250 milhões. Um porta-voz da empresa confirmou recentemente que esse é o caso. A Munich Re, a maior resseguradora do mundo, confirmou que está envolvida no seguro das Olimpíadas de Tóquio e seria “afetada” se os jogos fossem cancelados, mas se recusou a fornecer detalhes adicionais sobre sua exposição. A Aon Plc, que no ano passado concordou em comprar a Willis Towers Watson para criar a maior corretora de seguros do mundo, não quis comentar sobre o impacto que um cancelamento pode ter sobre ela.

Compartilhe

© 2021 Copyright Pellon & Associados